VivaMúsica!

Wednesday
Apr 23rd

Dia da Música Clássica

O 5 de março - nascimento de Villa-Lobos - é oficialmente o "Dia Nacional da Música Clássica" desde 2009, por decreto do Presidente da República. A idéia de criar a data  foi de VivaMúsica!. Iniciamos a mobilização quatro anos antes.

Como começou o movimento

A criação do Dia da Música Clássica, em 5 de março, foi uma ideia de VivaMúsica!.

Tudo começou no Anuário VivaMúsica! 2005, quando foi lançada uma consulta nacional entre músicos e profissionais da música clássica em todo o Brasil, e também o público do Rio de Janeiro, para a escolha da data comemorativa dos clássicos. A ideia foi de Luiz Alfredo Moraes, sócio e diretor de VivaMúsica!. "Se já existiam datas para celebrar o choro e o samba, por que não os clássicos?", questionava-se ele.

VivaMúsica! sugeriu, então, uma votação nacional para a escolha do dia a partir de datas de nascimento de três compositores brasileiros: Villa-Lobos (5 de março), Carlos Gomes (11 de julho) e José Maurício Nunes Garcia (22 de setembro). As respostas vieram por emails, cartas e telefonemas.

Em janeiro de 2006, era divulgado o resultado: Villa-Lobos, claro, havia ganho.


Oficialização da data

Poucos dias depois, o prefeito do Rio de Janeiro, César Maia, decretava a data oficial no município. Na mesma época, VivaMúsica! procurou o então presidente da Funarte, Antonio Grassi, sugerindo uma oficialização por parte do governo federal. Grassi deu início ao processo que culminou no decreto da Presidência da República três anos depois.

Em 2007, Heloisa Fischer procurou o deputado Alessandro Molon (PT-RJ), na Assembléia Legislativa do Rio (Alerj), e sugeriu a oficialização da data no estado. Molon encaminhou projeto de lei, que foi sancionado pelo governador Sérgio Cabral em um 5 de março festivo, com sessão solene na Alerj.

Em 2008, no primeiro Dia comemorado oficialmente no estado do Rio, houve adesão de inúmeros municípios, como Piraí, Paty do Alferes e Paraíba do Sul.

Em janeiro de 2009, foi concluído o processo de oficialização da data por parte do governo federal, iniciado três anos antes. O presidente Lula assinou decreto instituindo o Dia Nacional da Música Clássica.

Em 2011, o 5 de março caiu em um sábado de Carnaval. Tivemos a ideia de organizar um bloco que celebrasse a música dos grandes mestres nas ruas do Rio de Janeiro. O bloco "Feitiço do Villa" contou com participação de músicos de orquestra da cidade e teve samba feito em parceria por Edino e Edu Krieger, pai e filho. Fomos uma das novidades mais celebradas pela imprensa no Carnaval 2011. Acesse o blog do "Feitiço do Villa" para ter outras informações.